1 de novembro de 2009

AS VELHAS GLÓRIAS, REFORMADOS E PENSIONISTAS DA POLÍTICA



«Pelas redacções distribuem-se nomes de figuras poderosas, ou pretensamente poderosas, que apoiam a sua candidatura (de Marcelo Rebello de Sousa, NdB). E não admira. Continuam sem perceber o País onde estamos. É que a ruptura geracional que o PS fez, que o Bloco de Esquerda representa, que o CDS-PP fez com algum sofrimento, o PSD continua incapaz de o fazer, olhando com saudosismo para velhas glórias, reformados, pensionistas da política que já tiveram o seu tempo e já não têm mais nada para dar.

Esta forjada e manipulada vaga de fundo vai ter um preço caro. E não vale a pena escamotear com discursos de influência a verdade sociológica da actual vida política. Quem vota, e vive e labuta, quer nova aragem, novas ideias, novos projectos que integrem esperança. E esperança é aquilo que não abunda neste território meio circo meio ficção onde o PSD caminha para maiores clausuras.»
MOITA FLORES, CM  01.Nov.2009

1 comentário:

  1. Então não é que o Moita Flores tem razão!

    ResponderEliminar

PARTICIPE COM OS SEUS COMENTÁRIOS
(se desejar participar neste blog como membro envie uma mensagem para blagosfera@gmail.com )