31 de maio de 2010

O ALVES DOS REIS REENCARNADO...


«Tenho andado muito calada pois o que havia a dizer já foi dito repetidamente durante os últimos anos. Não precisava de ler estes cabeçalhos para saber a estirpe do PM nem dos convivas do partido Socialista. Porém, e apesar do estado lastimável a que chegou o nosso Estado, convém que as pessoas percebam que a casa está a arder e que há que salvar os poucos bens que temos. Falo da Europa e da mudança de paradigma que aí vem. 
A mensagem é : agarrem-se que vamos bater.

O sentimento da população da Europa central está a tornar-se muito hostil aos países do sul e eu não sei quanto tempo esta "paz" se vai manter. Julgo que estamos num ponto de reviravolta e ainda não descortinei para que lado isto vai cair. Avizinham-se momentos difíceis para a UE.

Quanto ao nosso Alves dos Reis reencarnado não sei que lhe diga.  

Aquando do escândalo da licenciatura devia ter sido demitido e não foi. Portugal permitiu a imoralidade, só estamos a colher os frutos disso. Que ele vai cair, se é que já não morreu, é certo.  
A questão é saber como Portugal está e ficará num quadro da Europa a desagregar-se.» ALEX PORTA77 28-05-2010

30 de maio de 2010

CONTA DA LUZ BAIXA 1,5% NA EUROPA, MAS SOBE 4,5% EM PORTUGAL...



«Como somos um país rico comparando com os outros da Europa é normal pagarmos mais! Como é possível esta cambada de ladrões aumentar 4,5% a luz quando no resto da União os preços baixaram 1,5% (média!!!)? LADRÕES!!!! E o Estado tem Golden Share na EDP. Imaginem quando vender como o Pinóquio quer fazer...»

29 de maio de 2010

E SE GASTARMOS MAIS DINHEIRO PARECE QUE TEMOS MUITO?


Para recordar. Outro vídeo do tempo em que a crise "já tinha acabado". Só para o governo, claro.
SOFIA BRAGANÇA BUCHHOLZ 29-05-2010 

28 de maio de 2010

CONCERTO DE ASSOBIO



Uma raridade do Sr. Geert Chatrou que ASSOBIA as Czardas de Monti com a Orquestra Sinfónica de Kiel.
ASSOBIEMOS AINDA MAIS. Talvez nos ajude a descomprimir...

27 de maio de 2010

AS PALAVRAS DO MINISTRO DE ESTADO E DAS FINANÇAS DO 1º GOVERNO PS DE JOSÉ SÓCRATES


- "Chegámos a uma situação económico-financeira que mesmo eu, há um ano, não imaginaria que fosse possível. Sempre pensei que, a tempo e horas, fossem tomadas medidas e não se deixasse o País resvalar para a situação que estamos a viver."

- "É de uma grande desonestidade política assinar, no sábado, o contrato do TGV e, no domingo à noite, anunciarem a suspensão das grandes obras, quando a maior parte delas já está adjudicada e, três dias depois, ser anunciado um pacote duríssimo para os portugueses a somar ao que já tinha sido previsto no PEC, em Março."

- "Fico surpreendido com a irresponsabilidade do que se fez nos últimos seis meses. As medidas deveriam ter sido anunciadas em Dezembro, assim como o PEC. Só depois devia vir o Orçamento."

- "No início toda a gente associava a teimosia [de Sócrates] a determinação, capacidade de tomar decisões. Mas não. Esta é apenas uma teimosia de quem não quer mudar de rumo e não sabe fazê-lo quando é necessário e os ventos mudam. Portanto, é mais obstinação e, se quer que lhe diga, falta de inteligência."

- "O mundo estava a desabar à nossa volta e o primeiro-ministro continuava a fazer discursos como se nada estivesse a acontecer. Uma coisa é certa, a política financeira deste Governo é da exclusiva responsabilidade, e da exclusiva condução, do primeiro-ministro."

- "Há cada vez mais a sensação de que estes governantes estão a governar para um país que não é aquele que vemos todos os dias."

- "Como português, tenho pena, mas passámos a ser um protectorado da Alemanha, do ponto de vista financeiro. Mas quando os nativos não se sabem governar, uma boa dose de colonialismo não deixa de ser saudável."


PALAVRAS DE UM DIRIGENTE DO PSD? NÃO. 
FRASES PROFERIDAS POR QUALQUER OUTRO MEMBRO DA OPOSIÇÃO? NADA DISSO. 
SÃO DECLARAÇÕES À REVISTA VISÃO DE LUÍS CAMPOS E CUNHA, QUE FOI MINISTRO DE ESTADO E DAS FINANÇAS NO PRIMEIRO GOVERNO DE JOSÉ SÓCRATES
É DIFÍCIL SER MAIS CLARO. E MAIS CONTUNDENTE...

26 de maio de 2010

NOTAS SOLTAS SOBRE AS CONSEQUÊNCIAS DO DUMPING SALARIAL ALEMÃO

Os dados do Eurostat mostram que os custos do trabalho aumentaram, no período 2000-2008, 7% na Alemanha, 34% na Irlanda, 30% em Espanha, Portugal e Itália, 28% na Grécia e Holanda e 20% em França.
Por outro lado, a Alemanha acumulou um superavit comercial de €1,261bn no mesmo período, enquanto que Espanha e Portugal acumularam um défice comercial de €598bn e €273bn, respectivamente. Este jogo foi sendo alimentado pela reciclagem dos capitais superavitários alemães nos países do chamado "Club Med", nos quais Portugal se inclui, que o decidiram aceitar para além dos níveis sustentáveis elementares. Até que tudo rebentou em cima da Grécia... e agora são as vítimas do "Club Med" que estão armadilhadas. Governo português incluído, porque decidiu aceitar o jogo anos a fio com os incríveis detalhes conhecidos...
Pior seria se o Reino Unido também tivesse tido margem para desvalorizar a libra, a situação nas ilhas britânicas talvez fosse ainda pior que a da Grécia... o que seria ainda mais dramático para o nosso Turismo. Apesar de tudo, existe uma ténue esperança para o turismo algarvio em 2010 embora o Turismo continue a não ser assumido definitivamente como actividade estratégica para Portugal.

Anda agora Berlim a orgulhar-se da sua disciplina salarial, insistindo que os outros façam o mesmo, com a chanceler Merkel a culpar implicitamente os gregos e latinos da débacle do euro, mas a lógica da União Económica e Monetária impõe que os Alemães se encontrem com os Latinos a meio caminho.
PORQUE A CULPA DA SITUAÇÃO ACTUAL NÃO É APENAS DOS PAÍSES DO SUL, É TAMBÉM DA AMBICIOSA ALEMANHA FINANCEIRA QUE O PODER POLÍTICO GERMÂNICO TAMBÉM OPTOU POR SEGUIR...
NÃO HÁ, PORTANTO, NEM SÓ INOCENTES EM BERLIM, NEM SÓ CULPADOS NO  PAÍSES DO "CLUB MED". 
Muito menos os "malandros" dos pequenos/médios empresários e dos trabalhadores por conta de outrem dos países do sul, que é quem se pretende que pague a factura do descalabro desta Europa da "União" Económica e Monetária.
 
O quid pro quo da chanceler Merkel quanto à aplicação do fundo de emergência de €750bn representa ultra-austeridade para os países do sul da Europa.
Não pode haver lugar a mais branqueamentos, nem políticos nem jurídico-financeiros, é urgente recuperar internamente nos vários países do "Club Med" os fundos ilegitimamente desviados, mas este "apertar do cinto" é intelectualmente absurdo, vem demasiado tarde para rebalancear a UEM de que o euro é trave-mestra e está já a correr com consequências pouco racionais e imprevisíveis: 
- a Espanha fará cortes salariais no sector público de 7% este ano e a Grécia teve que engolir cortes de 16%; 
- a Itália preparou um congelamento salarial como parte de um plano de austeridade de €25bn para 2 anos; 
- a França juntou-se ao esforço com planos de congelamento salarial para 3 anos acompanhados de alterações constitucionais... 
- até a Roménia, em fase de pré-adesão ao euro, está a cortar salários em 25%, o que já levou a união de sindicatos de polícia romenos a votar pela queda do governo local, estando até a ameaçar «fazer o que fizémos em 1989, quando acabámos com a ditadura»...
 

A EVIDÊNCIA É CLARA E VÁLIDA TANTO PARA A ALEMANHA COMO PARA TODOS OS OUTROS PAÍSES DA EUROPA: 
OS PLANOS DE AUSTERIDADE, SÓ POR SI E SEM MEDIDAS COMPLEMENTARES, SÃO INCOMPATÍVEIS COM O CRESCIMENTO ECONÓMICO.
INOVAR E SABER AGIR DECIDIDAMENTE E COM RAPIDEZ É MAIS IMPORTANTE QUE NUNCA.
AFINAL QUEM PODERÁ ENTRE NÓS AINDA ACREDITAR QUE OS  AMESTRADOS ACTORES DO PROBLEMA  (E AS RESPECTIVAS FACES OCULTAS MANDANTES) POSSAM SER OS MESMOS DA SOLUÇÃO URGENTE PELA QUAL A MAIORIA DA POPULAÇÃO ANSEIA?
QUANTOS EMPREGOS VALE A SOBREVIVÊNCIA DE UM BANCO OU DE UMA EMPRESA? QUANTAS PESSOAS? QUANTAS GERAÇÕES? QUANTA GUERRA FINANCEIRA? QUANTA PAZ?

Até Dominique Strauss-Khan (FMI) já veio declarar que «O crescimento na Europa é claramente insuficiente, demasiado baixo. A Alemanha e os outros países têm urgentemente que fazer mais para acelerar o crescimento. O mundo inteiro está a olhar para isto e a perder confiança na Europa.»

FAÇAMOS O TRABALHO DE CASA. SE AINDA NOS DEIXAREM TER TEMPO...

mais informação:



25 de maio de 2010

PORTAGENS NA VIA DO INFANTE: ILEGALIDADE E DESASTRE PARA O ALGARVE


«O turismo algarvio está já sob o espectro das portagens. "Não devem ser introduzidas enquanto a EN125 não for uma verdadeira alternativa", diz Nuno Aires, da ERTA.
"VAI SER UM DESASTRE E É ILEGAL, PORQUE DOIS TERÇOS DA A22 (ENTRE A GUIA E VILA REAL DE SANTO ANTÓNIO) NÃO TÊM CARACTERÍSTICAS DE AUTO-ESTRADA E FORAM FINANCIADOS POR DINHEIROS COMUNITÁRIOS", avisa Elidérico Viegas, da AHETA. 
Em Março de 2008, o primeiro-ministro, José Sócrates, lançou o concurso para a concessão ‘Algarve Litoral’ (requalificação da EN125) e disse, em Portimão, que a obra seria adjudicada até ao final desse ano e que a requalificação estaria concluída no final de 2010. O contrato de subconcessão só foi assinado em Abril de 2009. Na altura, o então ministro das Obras Públicas, Mário Lino, anunciou a conclusão da requalificação em três anos (até 2012). Segundo dados fornecidos ao CM pela Estradas de Portugal (EP), há três dias, a requalificação tem um prazo de quatro anos (até 2013) e o cálculo de custos também aumentou de 150 para 182 milhões de euros.» CM 24-05-2010


 METAM PORTAGENS SIM, MAS NAS ENTRADAS DOS PALÁCIOS DE SÃO BENTO E DE BELÉM ! 
Continuem a atirar mais lenha para a fogueira e depois queixem-se... 

Via do Infante vai ter portagens! e a EN 125 está na mesma! e agora representantes do Algarve? (22-05-2010)  

Portagens na Via do Infante seria coisa terceiro-mundista (02-01-2007) 

Autarcas algarvios admitem processar Governo por portagens (11-10-2004)

 

24 de maio de 2010

"OS PAPA REFORMAS": A LEI QUE DÁ É REFÉM DOS BENEFICIÁRIOS QUE TIRAM E DA SUA ÉTICA


Estas são as últimas palavras publicadas de José Luís Saldanha Sanches, fiscalista e professor universitário, falecido com 66 anos no passado dia 14 de Maio.
Palavras ditadas na semana em que faleceu e publicadas em papel no Expresso de 15 de Maio.

«Fala-se muito, nos últimos tempos, em medidas para reduzir o défice. Medidas fiscais, diz-se até, de justiça fiscal.

O aumento do IVA é compreensível e mais justificado do que a redução populista nas cadeiras dos bebés ou nos ginásios, que os consumidores nunca sentiram no bolso. Há pouco tempo foi a aprovação da tributação das mais-valias em IRS para acções detidas há mais de doze meses - medida justa, pois a não tributação era uma singularidade portuguesa. Para as acções alienadas antes da entrada em vigor da lei, a tributação é claramente retroactiva. Mas há na Constituição mais princípios do que o princípio muito tropical da não retroactividade da lei fiscal - e a possibilidade financeira de manter o Estado Social é apenas um deles.

Em qualquer caso, a justiça fiscal é uma questão que não se coloca só do lado da receita pública. Receita e despesa são o verso e o anverso do problema da justiça fiscal. É também muito provável que o esforço financeiro venha a atingir a segurança social, as pensões, as reformas.

Ora, de nada serve aumentar o IVA, ou tributar mais-valias, se o Estado continua a esbanjar recursos.

No esbanjadouro são muito claros dois tipos de papa-reformas: as obras públicas desnecessárias e os papa-reformas em sentido próprio.

O Estado (o Governo, o primeiro-ministro) vive agrilhoado a um conjunto de compromissos políticos, arranjinhos, promessas, vassalagens, dívidas que paga periodicamente em quilómetros de auto-estradas, túneis e, agora, em TGV com paragens em todas as estações e apeadeiros do poder local (desenhado em cima do mapa da volta a Portugal em bicicleta). Já todos sabemos que Portugal tem mais quilómetros de auto-estrada do que muitos países mais desenvolvidos, que não fazem sentido muitas dessas estradas e que é um absurdo havê-las sem custos.

O que é uma verdadeira esquizofrenia é que nada se faça neste momento de verdadeiro aperto das finanças públicas. E o discurso da oposição, que defende a suspensão das grandes obras públicas, mais parece um salivar em vésperas de poder, um repto para que se guarde o melhor vinho para depois de eleições - e não uma verdadeira preocupação com as finanças, ou seja, com os contribuintes.

Além das vassalagens, não podemos esquecer os outros papa-reformas, profissionais da acumulação de reformas públicas, semipúblicas e semiprivadas. Basta ver o caso do Banco de Portugal, ou outros menos imorais, que permitem que uma série de cidadãos - gente séria, acima de qualquer suspeita - se alimente vorazmente, em acumulações de pensões, reformas e complementos, que começam a receber em tenra idade. Muitas vezes até com carreiras contributivas virtuais, sem trabalho e com promoções (dizem que para isto são muito boas a Emissora Nacional / RTP e a Carris).

Tudo isto, como sempre, é feito ao abrigo da lei. É que isso dos crimes contra a lei é para os sucateiros. O problema é que a lei que dá é refém dos beneficiários que tiram e da sua ética.
»

23 de maio de 2010

SE ISTO NÃO É CRIME, ENTÃO VALE TUDO !!!



«No meio da falência iminente do Estado, o Governo socialista de José Sócrates contrata, em dez dias febris, a exorbitância de 2,738 mil milhões de euros (cerca de 3% a mais de dívida pública)


A soma de  1,244 mil milhões de euros para a concessão do Pinhal Interior, assinado no dia de pré-anúncio da bancarrota (28-4-2010), e 1,494 mil milhões de euros para a concessão do TGV Caia-Poceirão, assinado no sábado de 8-5-2010, o dia seguinte à bancarrota nacional (quando, nesse 7-5-2010, o juro das obrigações da dívida da República Portuguesa subiu acima da barreira dos 7%, e, em 9-5-2010, já ia nos 8,78, segundo dados dessa noite no sítio do Wall Street Journal, e o Governo Sócrates teve de recorrer à caridade dos países da Zona Euro que, lhe prometeram uma linha de crédito extraordinária e a intervenções de recompra da dívida portuguesa, em troca do protectorado orçamental).


Não há bitola, nem futuro. Há uma betonização da barca do País que se afunda à vista do pinhal interior e do comboio que-faz-que-anda. Apenas uma política de janela quebrada sucessiva, o esvaziamento do tesouro do Estado, a fartura da mesa do poder, a rotação acelerada dos juros crescentes no círculo vicioso do endividamento, a indemnização absurda prevista, a parecística, a comissão. Uma praga anti-patriótica e, ainda, a abulia do povo.» A.B.CALDEIRA 22-05-2010  VIRGÍNIA ALVES 19-05-2010  Cartoon de HENRIQUE MONTEIRO


APELOS DE CAVACO? BEM PREGA FREI TOMÁS: FAZ O QUE ELE DIZ, MAS NÃO O QUE ELE FAZ...
E EM LAGOS? A SOLUÇÃO SERÁ LAGOS/ANGOLA?

22 de maio de 2010

SUSPEITOS DE AFUNDAREM FINANÇAS COMEÇARAM JÁ A SER DETIDOS


Directores de bancos que arrastaram o país para a bancarrota foram presos por ordem das autoridades, sob a acusação de conduta bancária criminosa e cumplicidade na bancarrota do País. Arriscam-se a uma pena de pelo menos oito anos de cadeia, bem como à confiscação de todos os bens a favor do Estado e ao pagamento de grandes indemnizações.
Estas são as primeiras de uma longa lista de detenções de responsáveis pela ruína do país, na sequência do colapso bancário e financeiro.
Na lista de possíveis detenções nos próximos dias e semanas estão mais de 125 personalidades da antiga elite política, bancária e financeira, com destaque para o ex-ministro das Finanças, dois antigos primeiros-ministros e o ex-governador do banco central.
A hipótese de cadeia e confiscação de bens paira também sobre uma dezena de antigos deputados, cerca de 40 gestores e administradores bancários, os responsáveis pela Direcção Geral de Crédito e vários gestores de empresas que facilitaram a fuga de fortunas para o estrangeiro nos dias que antecederam a declaração da bancarrota.
TSF 07-05-2010

ACONTECEU, MAS NÃO EM PORTUGAL. AINDA NÃO...  
TODA E QUALQUER ACÇÃO OU REFORMA QUE NÃO INCLUA A RESPONSABILIZAÇÃO OBJECTIVA DE QUAISQUER RESPONSÁVEIS PELO ROUBO  PLANEADO E CONTINUADO QUE LEVOU O NOSSO PAÍS À SITUAÇÃO ACTUAL SERÁ APENAS UM ADIAMENTO MAIS NO QUE TEM QUE SER FEITO.
PORTUGAL ESPERA. OS PORTUGUESES DESESPERAM. 

21 de maio de 2010

REMIX: RAPATAPES COM LICENCIAMENTO ZERO E SIMPLEX 129 TENDO A PSP SIDO ARREMESSADA ???

«Diversas pessoas foram assaltadas pelas 20:00 de hoje no Bairro do Armador, em Lisboa, perto da zona onde decorre o Rock in Rio, tendo a PSP sido arremessada com pedras e garrafas, informou a polícia.» iiiiiiiiiiiii pá c'a g'anda calinada Online 21-05-2010
 
ALGO NÃO BATE CERTO. CÁ PARA MiM ISTO DEVE TER SIDO ESCRITO AO ABRIGO DE UM ACORDO PORNOGRÁFICO QUALQUER. OU ENTÃO JÁ TEMOS PSP LIGHTS E PORTÁTEIS E NÃO SABÍAMOS...  ARREMESSÁVEIS CONJUNTAMENTE COM PEDRAS E GARRAFAS....  
SE A PROFESSORA DE MIRANDELA OU O (DE)PUTADO RAPATAPES SE ENCONTRAM VAI SER O BOM E O BONITO.
VOLTA MARTIM AVILLEZ, CARAMBA PÁ...



Entretanto, em mais uma acção da saga "Sócrates no País das Maravilhas" «Das medidas que fazem parte do pacote Simplex 129, o Chefe do Governo destacou o "licenciamento zero", ou seja, a dispensa de licenciamento.«Diremos a muitos desses empresários que não precisam de nenhuma autorização, mas depois fiscalizaremos para verificar se cumpriram todas as obrigações previstas na lei», explicou TSF 21-05-2010 (com audio e tudo)

CÁ P'RA MiM, A NUANCE DE NEGAR A NEGAÇÃO (É UMA AFIRMAÇÃO...) INDICA DESDE JÁ QUE A AUTORIZAÇÃO CONTINUARÁ A SER OUTRA E O J. SÓCRATES QUER MESMO É SER PRESIDENTE DA REPÚBLICA PÁ. SE CALHAR NÃO ERA MÁ IDEIA. IA ELE DE MONARCA REPUBLICANO  PARA BELÉM E O CAVACO IA DE 1º MINISTRO PARA S. BENTO... SERIA PIOR QUE ISTO, Ó EVARISTO?
PENSANDO MELHOR, SE A PROFESSORA DE MIRANDELA E O AINDA CHEFE DO GOVERNO SE ENCONTRAM, AQUI O MiM OFERECE-SE PARA VERIFICAR IN LOCO OU POR TECNOLOGIA REMOTA SE CUMPREM TODAS AS  CAPACIDADES SUBJACENTES ÀS PREVISÕES E RESPECTIVAS ESTATUIÇÕES DA LEI PROMULGADA NO OUTRO DIA PELA TELEVISÃO E TUDO...
MAS ALARMANTE MESMO É O QUE ESTÁ JÁ EM FASE DE TESTES. TRATA-SE DE UMA MEDIDA ADICIONAL, QUE JÁ TERÁ SIDO APRESENTADA EM SESSÃO COLECTIVA RESTRITA NUMA CAVE EM BENFICA, NÃO M'ALEMBRO AGORA DO Nº. DA PORTA, COMO RACIONALIZADORA DO CONSUMO DE LÍQUIDOS E DOS GASTOS COM O SERVIÇO NACIONAL DE SAÚDE, SEGUNDO A QUAL TODOS OS FUNCIONÁRIOS DO SEXO MASCULINO DEIXAM DE PODER SACUDIR O ESCROTÍNIO MAIS QUE TRÊS VEZES, APÓS A VERSÃO DAS SUAS ÁGUAS RESIDUAIS, SOB PENA DE, POR MEIO DE VIDEO-VIGILÂNCIA OCULTA APROPRIADA (IMPORTADA DO JAPÃO, QUE ESTEVE NISTO 20 ANOS...) TAL PODER VIR A SER CONSIDERADO AQUILO QUE ANDAM AGORA A TESTAR EM VÁRIAS TASK-FORCES COM GRILOS AMESTRADOS PARA O EFEITO, SENDO TAL FACTO MAIS QUE SUFICENTE PARA O SUBSEQUENTE PROCESSO DISCIPLINAR. POTENCIAM-SE ASSIM OS DESPEDIMENTOS C/JUSTA CAUSA, DE MODO A CONTRIBUIR AINDA MAIS ACELARADAMENTE PARA A DIMINUIÇÃO DA DESPESA CORRENTE PRIMÁRIA.
TERÁ SIDO TAMBÉM PREVISTA NESTA MEDIDA SIMPLEX (A INTEGRAR NOUTRO PACOTE PARA O QUAL JÁ FOI SUGERIDO O NOME DE "129 FUTUROS & POUCAS OPÇÕES DE EMERGÊNCIA ASSADAS NA GRELHA COM MOLHO À ESPANHOLA") A INSTALAÇÃO DE PEQUENOS PAINÉIS COM AS FOTOS DA PROFESSORA DA BiUNDABiELA QUE, PARA ALÉM DE COM ESTA EXPOSIÇÃO INAUDITA CONTRIBUIR PARA O ESFORÇO NACIONAL DE ULTRAPASSAGEM DA BANCARROTA DECLARADA SECRETAMENTE HÁ QUASE 15 DIAS, VAI RAPIDAMENTE CHEGAR AO TOP25 DA POPULARIDADE PORTUGUESA, DE MODO QUE NEM O CENÁRIO DO REFERIDO ENCONTRO COM O CAPITÃO ZAROLHO* É IMPROVÁVEL COMO É BEM POSSÍVEL QUE A VEJAMOS EM BREVE COM PATROCÍNIO CONTRATADO PARA A PRÓXIMA CAMPANHA ELEITORAL
A MiM, RESTA-ME APENAS UMA DÚVIDA: É SABER QUAL DELAS...

(atenção Bombeiros Voluntários, públicos e prividos-públicos: teme-se Verão Quente pela frente. Não descurar o andar dos arquivos da Bolsa de Lisboa, do Banco de Portugal, da Gomes Teixeira, dos DIAPS e da Torre do Tombo!)


* TAMBEM CONHECIDO EM ESPANHUEL COMO "LA PIRATA CON CROMOS", NUMA CLARA ALUSÃO ÀS FAMOSAS PASTILHAS DE MASCAR DO SÉCULO PASSADO PORTUGUÊS.

limitação de responsabilidade 
(disclaimer)
A lingerie íntima da professora Real, os gravadores da Sábado, as medidas do pacote Simplex 129, as personalidades e respectivos acompanhantes, assim como as entidades  (públicas centrais, regionais ou locais, privadas, público-privadas, ou de qualquer outra natureza criativa) referidas nas notícias de quaisquer media aqui comentadas por MiM  não são (pelo menos que se saiba nesta data a menos que tenha sido feita alguma escritura em notário privativo residente nalguma autarquia desconhecida também por MiM)  nem participados maioritariamente pelo Estado, nem suspeitos ou arguidos do cometimento de qualquer ilegalidade ou irregularidade no âmbito de quaisquer processos em curso (no passado, no presente ou até mesmo no futuro) no tão complexo e castigado sistema judicial português. Mais m'alembro de declarar que o facto de o MP ter considerado provada a compra do apoio de figuras públicas para fins eleitorais nas eleições legislativas de há 8 meses apenas também não é para aqui chamado, está bem querido? (Tia)

20 de maio de 2010

A VOLTA AO MUNDO EM 15 DIAS...

«Pode o primeiro-ministro vir dizer que «o mundo mudou em 15 dias», mas todos nos havemos de lembrar no dia seguinte à subida exponencial dos juros, que continuou nesse próprio dia, se assinou, em 28-4-2010, à pressa o contrato do Pinhal Interior e que no dia seguinte à bancarrota do Estado português, salva pela caridade dos parceiros da Zona Euro e do FMI, se celebrou, em 8-5-2010, também à pressa, o contrato do TGV Caia-Poceirão. O primeiro-ministro não pode, portanto, alegar desconhecimento das condições dos mercados financeiros nestes dias. (.../...) Os contratos assinados nesses dias comprometem o País num montante absurdo de despesa - cerca de 2,7 mil milhões de euros (mais do que quer poupar em dois anos com a redução do bem-estar do povo, em subida de impostos e redução de salários), correspondendo a mais de 3% da dívida pública portuguesa , a confiar nos últimos números conhecidos.» A.B.CALDEIRA 20-05-2010

SEM PALAVRAS...
excepto a de um comentário lido na mesma fonte: «Anseio pelo dia em que em plena AR, num debate quinzenal, quatro homens de bata branca e colete de forças recolham o Pior Primeiro Ministro que infelizmente teimamos em ter.... embora o lugar dele seja frente a um Tribunal!»

19 de maio de 2010

QUAL SERÁ O DIA?

«O dia em que bateremos na parede não está muito longe. Talvez por semanas. Lamento, mas o país tem de saber.»

«A discussão sobre grandes projectos está neste momento ultrapassada.»

«Ou se discute a sério a economia portuguesa e o seu sistema financeiro, ou teremos graves problemas de futuro.»

Fernando Ulrich 18-05-2010 


18 de maio de 2010

A ÚLTIMA ENTREVISTA DE UM CADÁVER POLÍTICO ADIADO QUE PROCRIA OU A DIFERENÇA ENTRE 'NADA' E 'NUNCA'?

O MUNDO PARALELO DE SÓCRATES audio de Martim Silva, EXPRESSO 18-05-2010


 TVI 24 18-05-2010 Sobre as medidas duras que teve de tomar:
«Preferia governar noutro momento da história, mas os portugueses escolheram-me para governar agora» (EU SOU UMA VÍTIMA DA HISTÓRIA...ELES É QUE TÊM A CULPA, OS MAROTOS. ESCOLHERAM-ME, POR MUITO QUE EU NÃO TIVESSE QUERIDO...)
«Não estou preocupado com a minha imagem nem como o meu futuro político» (QUANTO MAIS COM OS OUTROS...)
«O mundo mudou em três semanas e eu tenho a obrigação de governar atento às mudanças na realidade» (ISTO É UM CATACLISMO E EU SOU O SALVADOR DA PÁTRIA)
Sobre o aumento de impostos:
«Não peço desculpa por cumprir o meu dever» (QUANTO MAIS POR NÃO CUMPRIR...)

«Nunca pensei em aumentar impostos. Fiz tudo para não os aumentar» (SOU MUITO ESFORÇADO, COMO VOCÊS, MAS NÃO CONSEGUI, SOMOS TÃO PARECIDOS...)
Veja aqui as declarações de Sócrates 
Sobre o corte de salários dos políticos:
«Dá às pessoas a ideia que políticos ganham muito, e isso não é verdade» (VOCÊS É QUE GANHAM POUCO, SEUS MAROTOS) (AI...SSS, SEMPRE QUE DIGO A PALAVRA VERDADE ENTERRO-ME MAIS UM BOCADINHO, LÁ ME SAIU...JÁ O PEDRO ME TINHA DITO ISTO)

«A paternidade dessa ideia não é minha. Se a medida é muito popular, tenho gosto em entregar louros a quem os merece» (SOU UM ALTRUÍSTA, TENHO MAIS ADMIRAÇÃO É PELA MATERNIDADE, IDEIAS...BEM, TENHO GENTE PARA APANHAR COM ESSAS MAÇADAS)
«Se comparássemos os salários dos políticos com de outros profissionais de outros sectores teríamos grandes surpresas» (EU SOU UM POLÍTICO PROFISSIONAL, E REPAREM BEM QUE DISSE 'SALÁRIOS', NÃO DISSE 'RENDIMENTOS'... SOU BOM, NÃO SOU?) 
Sobre o esforço pedido aos portugueses:
«Nunca haverá uma justiça perfeita, mas fizemos um esforço para dividir por todos» (DESCULPA PEDRO, EU SABIA QUE TAMBÉM NÃO DEVIA FALAR DE JUSTIÇA... MAS A FRASE É TUA, OLHA... APROVEITEI-A. ELES NEM DERAM POR AQUELA DE AUMENTAR 20% A TAXA DA COCA-COLA, SEMPRE ENTRA DINHEIRO MAIS DEPRESSA DO QUE AQUILO DO SUBSÍDIO)

Sobre as vozes que se levantam contra as obras públicas que o Governo mantém:
«Não se pode gerir um país com base no medo. O medo é mau conselheiro»(TENHAM MEDO VOCÊS, QUE EU NÃO TENHO...)

Sobre o caso PT/TVI:
«Depois do que passei, estou preparado para tudo. Nada temo. Como diria Fernando Pessoa, venha o que vier, nada será maior do que a minha alma».(É PÁ, QUE BELA FRASE, CAIU QUE NEM GINJAS, PELO MENOS FICAM A SABER QUE EU PERCEBO DE LITERATURA, TOPAS... E COM O INFANTE SANTO PELO MEIO, MESMO A CALHAR AGORA COM ISTO DA VINDA DE SUA EMINÊNCIA A PORTUGAL. A VER SE UM DIA DESTES VOU ALI AO 1º ANDAR DOS CLAUSTROS PARA FAZER UMA HOMENAGEM Ó PESSOA PÁ... O MÁRIO É QUE DEVE TER GOSTADO DESTA, A VER SE O HOMEM TEM JUÍZO PÁ, AQUELA DAS DATAS DA ASSINATURA DA ADESÃO COM A DO MONUMENTO DO PESSOA FOI MESMO SUBLIMINAR)

Veja também:
Sócrates admite que alta de impostos pode ficar até 2013 
«Não esperava ouvir isso de um banqueiro» 
«O mundo mudou em três semanas» 
«Não peço desculpa por cumprir o meu dever» 
Sócrates está contra corte do salário dos políticos

FOI UMA ENTREVISTA ESPANTOSA E, COMO SE FOSSE AINDA PRECISO, DEFINITIVAMENTE ESCLARECEDORA, GRAVÍSSIMA E TRISTE.
ASSUSTADORA TAMBÉM. SOB DIVERSOS ÂNGULOS CHEGA-SE SEMPRE AO MESMO.
REFIRA-SE APENAS UM PARA DIZER QUE SE FICA NA EXPECTATIVA DE DOIS COMENTÁRIOS PROFISSIONAIS, AMBOS MÉDICOS:
- O DE JÚLIO MACHADO VAZ, SOBRE  MAIS ESTA NOVA E QUASE EUFÓRICA PERSONAGEM, UM NOVO PAPEL ENSAIADO EM POUCO TEMPO E LOGO REPRESENTADO  NO DIA SEGUINTE AO DE UMA PROMULGAÇÃO PRESIDENCIAL MUITO ESPECIAL,
- O DE CARLOS AMARAL DIAS, QUANTO À NOTÓRIA ESQUIZOFRENIA POLÍTICO-MITÓMANA DESTE PERSONAGEM QUE TEVE O SUPREMO DESPLANTE  DE SE  PRETENDER EMPOLEIRAR NA FIGURA DO MÁRTIR D. FERNANDO ALUDIDO NA 2ª QUINA DA MENSAGEM DO GRANDE MESTRE FERNANDO PESSOA... *


OU JOSÉ SÓCRATES ESTÁ PESSIMAMENTE ACONSELHADO OU ENLOUQUECEU ! 

SOBRE ESTE EPISÓDIO TELEVISIVO DA NOSSA DRAMÁTICA TELENOVELA, TEMOS NESTE QUADRO VERDADEIRAMENTE ASSUSTADOR:
- UM PRIMEIRO MINISTRO QUE FAZ DE CONTA COMO NINGUÉM, MAIS PARECE O "DIABO A SETE" (OU ATÉ MAIS, SE BEM CONTADOS OS PAPÉIS REPRESENTADOS DESDE OS TEMPOS DO AMBIENTE...),
- UM PRESIDENTE A DISFRUTAR DO SEU PRÉMIO DE CARREIRA - COMO OS ANTERIORES - E QUE, QUERENDO ATÉ RECANDIDATAR-SE, VEM DECLARAR, ANTECIPANDO 24H A DECISÃO, QUE NÃO SERVE PARA NADA SENÃO PARA FAZER PERDER TEMPO (UMA VEZ QUE, VETE OU NÃO VETE, AS LEIS DA A.R. SÃO SEMPRE APROVADAS...) SENDO QUE O ÚNICO PODER  FORMAL QUE EFECTIVAMENTE TEM NÃO O QUER EXERCER. NEM QUE A VACA TUSSA, NEM QUE ANDEMOS TODOS A COMER PEDRAS.
- UMA ESMAGADORA MAIORIA DOS PORTUGUESES A  ASSISTIR  ALARMADÍSSIMOS A ESTE FILME BEM REAL, NUM MISTO DE FIGURANTES DESESPERADOS, PAGANTES E ROUBADOS MUITOS, SEM SABER AINDA COMO NEM PORQUÊ.

SE ISTO FOSSE EM TRIBUNAL, FICAVAM TODOS DE IMEDIATO EM PRISÃO PREVENTIVA, SÓ PELO ALARME SOCIAL. QUE É TREMENDO. 

ALGUÉM DIZIA ESTA NOITE, SÓ POR CAUSA DA ALUSÃO AO PESSOA, QUE O BONECO DA ENTREVISTA MAIS PARECIA O DE UM QUALQUER CADÁVER  POLÍTICO ADIADO QUE AINDA PROCRIA. PAZ À SUA ALMA POLÍTICA: MORREU !
ALGUÉM TEM QUE LHE DIZER ISSO ANTES QUE ACONTEÇA ALGUMA DESGRAÇA AINDA MAIOR !

A SOBREVOAR ESTE FILME ESTEVE E ESTÁ A SUGESTÃO DO CANDIDATO PRESIDENCIAL PROFESSOR DOUTOR FERNANDO NOBRE PARA QUE OS PRINCIPAIS TITULARES DE CARGOS POLÍTICOS SEJAM REVISTOS PERIODICAMENTE POR EQUIPA MÉDICA COMPETENTE QUE ATESTE A PLENITUDE DAS SUAS CAPACIDADES FÍSICAS E INTELECTUAIS PARA OS CARGOS QUE OCUPAM OU PRETENDAM OCUPAR.
É QUE, PERANTE AQUILO QUE PORTUGAL VIVE E VIU NA ENTREVISTA TELEVISIVA DO PRIMEIRO-MINISTRO,  ESTA SUGESTÃO  CRESCE DIARIAMENTE PARA SE ASSUMIR COMO UMA FUNDAMENTAL EXIGÊNCIA NACIONAL.

A DIFERENÇA ENTRE 'NADA' E 'NUNCA' É QUE SÓCRATES NÃO ENTENDERÁ.  JAMAIS !!!  
O MARTÍRIO, ESSE, ESTÁ INSUPORTAVELMENTE A SER O DE PORTUGAL! ENQUANDO NADA DE FACTO MUDAR...

*
Fernando Pessoa
Mensagem I - Primeira Parte: Brasão
III. AS QUINAS  

SEGUNDA / D. FERNANDO, INFANTE DE PORTUGAL


Deu-me Deus o seu gládio, porque eu faça
A sua santa guerra.
Sagrou-me seu em honra e em desgraça,
Às horas em que um frio vento passa
Por sobre a fria terra.

Pôs-me as mãos sobre os ombros e doirou-me
A fronte com o olhar;
E esta febre de Além, que me consome,
E este querer grandeza são seu nome
Dentro em mim a vibrar.

E eu vou, e a luz do gládio erguido dá
Em minha face calma.
Cheio de Deus, não temo o que virá,
Pois venha o que vier, nunca será
Maior do que a minha alma.

17 de maio de 2010

HUMOR INGLÊS...

 O desafio económico que o novo governo britânico enfrenta está reflectido na frase única que consta da carta que o novo secretário do Tesouro recebeu do seu antecessor: “JÁ NÃO HÁ DINHEIRO”. PÚBLICO 17-05-2010


16 de maio de 2010

ALLGARVE 2010: 3 MILHÕES DE EUROS E "LA FURA DELS BAUS" EM LAGOS

««Gnosis» é o nome do espectáculo que o grupo da Catalunha (Espanha) La Fura dels Baus vai trazer a 29 de Agosto a Lagos, à Praça Infante D. Henrique, e que provavelmente vai ser “o grande evento do Allgarve 2010”»
«A quarta edição do programa Allgarve oferece eventos nos 16 concelhos algarvios, um dos objectivos traçados que foram concretizados, disse o secretário de estado do Turismo, congratulando a equipa de Augusto Miranda.
Este Allgarve 2010 reflecte bem a aposta do Governo, que era devolver o programa aos algarvios”, declarou Bernardo Trindade, referindo que há mais eventos num período mais longo (de dez meses), e todas as entidades responsáveis no Algarve estão “emparceiradas”.
Segundo Bernardo Trindade, este programa vai ser uma “ajuda importantíssima para o turismo da região”, cujos números já apontam para um crescimento “ténue, mas um crescimento” para este ano.
O presidente do Turismo do Algarve, Nuno Aires, avançou hoje que o programa “Allgarve 2011 já está a ser trabalhado” e que a verba disponibilizada pelo Governo para os eventos vai ser de três milhões de euros, valor semelhante ao «Allgarve 2009» e deste ano.» O ALGARVE 13-05-2010

La Fura dels Baus em Lagos com espectáculo exclusivo, insólito como sempre são os espectáculos dos Fura, ainda por cima com o Infante D. Henrique como tema? Muita expectativa. Óptimo!

Mas sobre os números que o Sr. SdE do Turismo diz que «já apontam para um crescimento ténue, mas um crescimento», os dados AHETA provisórios finais de Abril (2010 Vs. 2009) não dizem nada disso e são os seguintes:
Volume de negócios: -5,7%
Variação em Taxas de Ocupação:
Global Média: -13,8%
Lagos/Sagres: - 20,2%
Carvoeiro/Armação: -16,7%
Albufeira: -15,7%
Faro/Olhão: +12,9%
Quarteira/Vilamoura/Quinta do Lago: +7,3%
Variação em Mercados Emissores:
Holanda: - 27,7%
Reino Unido: -14,6% 
Portugal: -13,3%
______________________

Sobre o investimento dos 3 milhões de euros (600 mil contos) no Programa Allgarve... pois, melhor que nada, não deu para mais, e deve ter sido bem difícil programar eventos em todos os 16 concelhos, mas o número faz lembrar outro, mais infeliz:

15 de maio de 2010

SÓCRATES JÁ TINHA EXPLICADO À "THE ECONOMIST" COMO É...


TERÁ SIDO O PROF. CAVACO O MENTOR DESTE ESCLARECIMENTO/REPRIMENDA "DE CÁTEDRA" DADO PELO 1º MINISTRO NUMA CONFERÊNCIA EM JAN.2009?
HÁ REALMENTE MUITO QUE CONFERIR, E JÁ NÃO É A PRIMEIRA VEZ...
CAMINHO ? QUAL CAMINHO? ACUDEM-ME MOÇ'S QU'É NA SÊ?...  ORA, ORA, JÁ NÃO É LATA, É OUTRA COISA. E É PERIGOSO, MUITO PERIGOSO.

14 de maio de 2010

BENTO XVI EM PORTUGAL (2010): A VIRAGEM PARA UM PONTIFICADO MAIS INTERVENTOR?

Uma muito rara capacidade de organização e uma adesão popular para muitos inesperada em tempo de gravíssima crise portuguesa e europeia, conseguiram potenciar a viagem de 2010 do Papa Bento XVI a Portugal para que se torne num ponto de viragem para o futuro imediato.
Até o acaso do pitoresco pormenor de um curto retardamento da partida do avião da TAP baptizado de "Columbano Bordalo Pinheiro" (o do Zé Povinho...) porque alguém no cockpit, ao recolher para o interior as bandeiras portuguesa e vaticana, deixou cair na pista a amarela e branca, tendo sido necessário vir alguém do exterior levantá-la de novo do chão para a cabine, parece ter sublinhado isso mesmo. Concretamente em duas coisas muito simples:
- Bento XVI, o Papa que do Porto de despediu sorrindo de novo, levantado e revigorado pelo extraordinário e genuíno acolhimento com que o Povo de Portugal o quis livremente distinguir, e
- o nobre Povo de Portugal que, farto de sofrer mas ainda com Esperança, quis incentivar o Papa Alemão para uma intercessão mais activa e sem quaisquer complexos pela sobrevivência de uma Europa doente que tem no seu país natal um dos olhos do furacão  (o outro é o norte-americano...) desta penosíssima crise europeia.
O CURTO PRAZO MOSTRARÁ OS RESULTADOS. OU NÃO...

13 de maio de 2010

BENTO XVI SURPREENDE: «O PERDÃO NÃO SUBSTITUI A JUSTIÇA»

«O perdão não substitui a justiça. A penitência, a oração, a aceitação, o acolhimento, o perdão que ocorre dar, não satisfazem a necessidade de justiça porque o perdão não substitui a justiça. (...) É aterrador que a Igreja sofra ataques do seu interior. Hoje a maior perseguição à Igreja não vem de fora, mas dos pecados que existem dentro da própria Igreja. Fátima [a mensagem de Fátima] tinha-o previsto. Juntamente com o sofrimento do Papa, que em primeira instância podemos referir ao atentado a João Paulo II, na mensagem de Fátima existem indicações sobre a realidade do futuro da Igreja. O Senhor disse que a Igreja sofrerá até ao fim do mundo. E isso vêmo-lo hoje de modo particular.
[A crise económica] tem uma componente moral que ninguém pode deixar de ver. Os acontecimentos no mercado nos últimos dois ou três anos mostraram que a dimensão ética deve entrar no íntimo do agir económico. Vemos agora que um pragmatismo económico puro cria problemas. É o momento de ver que a ética não é uma coisa exterior, mas interior à racionalidade e ao pragmatismo económico. (...) A fé católica cristã, era muito individualista, [deixando] as coisas concretas ao mundo [e pensando] na salvação individual, nos actos religiosos. Também aqui devemos entrar num diálogo concreto. Procurei na minha encíclica Caritas in Veritate, e toda a tradição da doutrina social da Igreja vai neste sentido, alargar o aspecto ético e da fé sobre o indivíduo, para a responsabilidade do mundo». (Tradução minha [A.B.CALDEIRA]do original italiano)

Publico esta declaração porque não a vi traduzida, na sua forma extensa, para português e me parece muito importante. As demais intervenções escritas do Papa, vão sendo publicadas pelos media, ainda que com o problema da edição jornalística que lhes quebra o encadeamento e o fio condutor.

Fica também aqui o link oficial para o texto, enquadramento e explicação, do chamado primeiro, segundo e terceiro segredos da mensagem de Fátima - e do «Comentário Teológico», da autoria do, na altura, Cardeal Ratzinger. Nesse sentido, esta declaração do Papa, no avião, que publico, constitui uma actualização da interpretação da mensagem de Fátima. A ditadura do relativismo moral dos nossos dias, e a dissolução social e oficial dos costumes, prolonga a agonia do totalitarismo - comunismo e nazismo -, que o mundo sofreu no século XX.

Pode estar a «grande cidade meio em ruínas», como a Irmã Lúcia descreve na sua visão, expressa no chamado terceiro segredo de Fátima. Mas, como já tinha profetizado no segundo segredo, «por fim o meu Imaculado Coração triunfará». A.B.CALDEIRA 11-05-2010 

OS INIMIGOS DA IGREJA ESTÃO NO SEU INTERIOR.
O PERDÃO NÃO SUBSTITUI A JUSTIÇA.
OS ACONTECIMENTOS NO MERCADO DOS ÚLTIMOS DOIS OU TRÊS ANOS MOSTRARAM QUE A DIMENSÃO ÉTICA DEVE ENTRAR NO ÍNTIMO DO AGIR ECONÓMICO.
DEVEMOS ENTRAR NUM DIÁLOGO CONCRETO...

12 de maio de 2010

EM NOME DE DEUS

«As revelações de David Yallop, feitas após uma cuidadosa investigação que contou com a colaboração encoberta de diversas personalidades do Vaticano, desvendam um universo de actividades financeiras criminosas que mais de uma vez conduziram à morte dos nela implicados. O autor conclui que, ao tentar opor-se a esse pesado sistema de cumplicidades, precisamente ao ordenar uma investigação sobre os escândalos financeiros no Vaticano e ao manifestar a vontade de substituir de imediato alguns dos principais cúmplices nessas actividades, João Paulo I terá sacrificado a sua vida.» WOOK

Uma leitura para entender a transição entre os Papas JPI e JPII. 
Muito útil neste tempo de visita papal e de crise financeira europeia...
O livro está disponível para leitura e download no SCRIBD.

11 de maio de 2010

O ESPERTINHO, E OS ALGARVIOS SÃO TODOS PARVOS NÃO?...

«O secretário de Estado do Turismo, Bernardo Trindade, escusou-se hoje a comentar a exigência feita pelo deputado algarvio do PSD para o Governo não assinar o contrato de exploração petrolífera ao largo do Algarve.»
«Questionado pela Lusa para reagir ao pedido do deputado Mendes Bota para que o Governo não celebre contrato da exploração petrolífera no Algarve, o secretário de Estado do Turismo disse que essas são “questões laterais” e que “neste momento não estão em discussão”, nem “merecem comentário”O ALGARVE 6-05-2010

A ÚLTIMA COISA QUE PASSAVA PELA CABEÇA DE QUALQUER ALGARVIO ERA VER O RESPONSÁVEL POLÍTICO MÁXIMO PELO TURISMO EM PORTUGAL DEFENDER A EXPLORAÇÃO PETROLÍFERA NO ALGARVE.
ESTAS QUESTÕES SERÃO LATERAIS SÓ SE FOR PARA A MADEIRA, TERRA DE BERNARDO TRINDADE, ONDE ALIÁS TEM OS SEUS INTERESSES ECONÓMICOS NA ÁREA HOTELEIRA. AQUI NO ALGARVE ESTAS QUESTÕES SÃO E SERÃO BEM FRONTAIS E O QUE NÃO ACONTECERÁ É QUE SEJAM DAS TRASEIRAS... 
BASTA DE TORRAR DINHEIRO E DE SACAR COMISSÕES E HONORÁRIOS !!!
OU SÃO APENAS MAIS UNS CONTRATOZINHOS NO MODELO DO COSTUME, SENHOR SECRETÁRIO DE ESTADO?... HIERARQUIA OBLIGE NÃO É ? 
E SE FOSSE IMPULSIONAR E DAR A BENÇÃO À EXPLORAÇÃO DE PLATAFORMAS PETROLÍFERAS NA MADEIRA? NA MADEIRA ATÉ TERÁ MAIS RESERVAS QUE AQUI NA NOSSA TERRA ALGARVIA. 
QUE DEUS LHE PERDOE ALL THIS BULLSHIT !!!

10 de maio de 2010

A BANCARROTA DA ECONOMIA DA MEZINHA

«Tenho insistido que importa perceber a noção de bancarrota. Um país da Zona Euro não deixa de pagar (não chega ao default) porque beneficia da protecção das instâncias comunitárias, dos outros países do euro e do FMI, pois se essas instâncias deixassem que isso acontecesse, era o próprio euro e o sistema monetário internacional que ficavam em causa. Não haverá, portanto, aqui uma Argentina que na ressaca da dolarização da sua economia, decretou uma moratória no pagamento da dívida e limitou os levantamentos bancários a 700 dólares. Bancarrota é Portugal declarar a sua incapacidade à União Europeia e ao FMI de cumprir o pagamento da dívida se não beneficiar da caridade deles com empréstimos de favor. É essa declaração formal que eu creio que o primeiro-ministro fez aos seus colegas da União Europeia durante este fim de semana.  

Nas circunstâncias aflitivas do défice e da dívida pública portugueses (que ninguém acredita tenham o valor que o Governo indica), o Estado não tem condição de suportar o pagamento deste nível de juros, e dos juros que aí vêm, pois cada vez mais os investidores reclamarão um juro maior para emprestarem dinheiro a Portugal. E, de acordo com informação de 14 de Abril de 2010, o Estado português precisa de cerca de 20 mil milhões de euros até final do ano para pagar juros e cupões de obrigações.

Este é o diagnóstico da situação actual. Nem é preciso vir o Prof. Paul Krugman explicar no seu post, de 7-5-2010, «O Nao» (sic) - citado pelo Jornal de Negócios: «Portugal não está bem: as taxas de juro estão onde a Grécia estava apenas há poucas semanas».

O fim da Economia da Mezinha, uma adaptação socratina da voodoo economics. A bancarrota.
» A. B. CALDEIRA 9-05-2010 (ler post completo)

9 de maio de 2010

EMBOLSAR AS ÚLTIMAS COMISSÕES DOS ÚLTIMOS NEGÓCIOS

«O que mais me surpreende é haver analistas que procuram encontrar na Ciência Económica e até na Lógica o motivo de se continuar no mesmo rumo, mesmo em face do precipício... Não há! O único motivo é embolsar as últimas comissões dos últimos negócios.» A.B.CALDEIRA 8-05-2010

E OCULTAR AS FACES ESCRITAS DAS PAPELADAS.
VIRÃO AÍ MAIS INCÊNDIOS DE ARQUIVOS? É SÓ O QUE FALTA...

8 de maio de 2010

ARREAR A BANDEIRA COM BILHETEIRA, IVA E TUDO...

 

Cerimónia Diária do Arrear da Bandeira na fronteira de Wagah/Attari (Índia/Paquistão)
(autor: Sanjeev Bhaskar - The Longest Road)
Uma sugestão para a ponte de Baiona, é só montar as bancadas...
(o pior seria o efeito sismológico do ritual militar)

7 de maio de 2010

GRIPE A: VACINE-SE E GANHE UMA VIAGEM AO MÉXICO...


Obrigaram os governos ( incluindo o nosso) a importar milhões de vacinas para agora ficarem nas prateleiras!
Os profissionais de saúde foram os primeiros a recusar tomá-la.
Um autêntico flop ! Já com a gripe das aves foi a mesma coisa, muitas vacinas, espalhar muito o terror, planos de contingência e... já ninguém fala nela...
A situação da foto passa-se em Alenquer, Farmácia Catarino.
Já vi várias promoções: compre dois pacotes de bolachas oferecemos o terceiro, compre 5 pudins oferecemos uma taça, etc. Agora oferecer viagens a quem compre vacinas ???
Eu, pelo sim pelo não, já fui levar 5 vacinas contra a gripe.
Afinal não é todos os dias que se podem ganhar viagens ao México...

5 de maio de 2010

DORES DE CABEÇA ???

«Um país, mesmo que seja uma região num espaço monetário unificado, não pode endividar-se sem limites. No médio ou longo prazo, um défice continuado das contas externas acaba por manifestar-se sob a forma de aumento do prémio de risco, racionamento do crédito ou transferência de activos das mãos nacionais para as mãos de estrangeiros. O ajustamento torna-se inevitável, i.e., a despesa das famílias, das empresas e do Estado tem de ser contida.» 
«O ajustamento será tanto mais forte e penoso quanto mais o endividamento externo tenha sido encaminhado para a expansão do consumo ou para investimentos de baixa rentabilidade.
Portugal é hoje o exemplo de como o défice continuado das contas externas é uma restrição ao crescimento económico sustentável de um País, mesmo que ele faça parte de uma união monetária.
Por outro lado, o caso português ilustra um efeito perverso da união monetária sobre o comportamento dos agentes políticos. Como desaparece a ameaça das crises cambiais, os políticos tendem a tornar-se mais relutantes em corrigir as políticas erradas, principalmente se o défice externo estiver inicialmente associado a uma expansão económica, e só quando a situação se torna visivelmente insustentável se dispõem a actuar. Este é um argumento a favor da imposição de regras da disciplina orçamental aos Estados membros da zona euro.
É hoje óbvio que o ajustamento das políticas erradas teria começado mais cedo caso Portugal não pertencesse à zona do euro, o que não significa, como é óbvio, que os benefícios da adesão não sejam claramente superiores aos custos. » CAVACO SILVA 23-05-2003

4 de maio de 2010

3 de maio de 2010

ESTE PAÍS NÃO É PARA CORRUPTOS

«Não é corrupto quem quer. É preciso saber fazer as coisas bem feitas e seguir a tramitação apropriada. Não é acto que se pratique à balda, caso contrário o tribunal rejeita as pretensões do candidato. "Tenha paciência", dizem os juízes. "Tente outra vez. Isto não é corrupção que se apresente."» Ricardo Araújo Pereira 29-04-2010

HUMOR NEGRO ?

2 de maio de 2010

JÁ FOI AUTORIZADA A OCUPAÇÃO DE PORTUGAL?

«Existe um EXÉRCITO SECRETO EUROPEU, que também pode ser chamado de FORÇA SECRETA POLICIAL DE INTERVENÇÃO PARA O ESMAGAMENTO DE REVOLTAS NA EUROPA.
Já se encontra dentro da União Europeia, porém apenas muito poucos sabem disso.
A força possui os mais amplos direitos, tem de momento 3.000 homens e responde pelo nome de “EURO GENDFOR (EUROPEAN GENDARMERIE FORCE)”, ou seja, TROPA DE POLÍCIA EUROPEIA. O seu comando encontra-se em Vicenza, na Itália, longe do Centro da UE.
Quem deu vida a este projecto foi a Ministra da Defesa Francesa, Alliot-Marie, com o objectivo de mais facilmente esmagar levantamentos populares, como os que têm surgido frequentemente em cidades francesas.
Esta força, já existente, pode agora ser empregue por toda a União Europeia, anulando os direitos nacionais e as soberanias dos Estados Membros!
O Tratado de Velsen (Holanda), decidiu de forma inequívoca, que vai ser um CONSELHO DE GUERRA, que vai decidir sobre a sua actuação. Este conselho compõe-se dos Ministérios de Defesa e de Segurança dos países membros da UE, inclusivamente do país onde vai ser aplicado.
Aos olhos dos observadores trata-se de uma clara manifestação de um DIREITO DE OCUPAÇÃO DA EUROPA. Porque, desde que tenha sido decidido por unidades da EURO GENDFOR a ocupação de edifícios e regiões, ficam estas debaixo da sua alçada, já não podendo sequer ser visitadas pelos organismos oficiais do país a que territorialmente pertencem. De facto, existe assim um DIREITO DE OCUPAÇÃO EUROPEU. Porém, a situação pode vir a piorar ainda mais.
A EURO GENDFOR não possui apenas os direitos policiais, mas também a competência sobre os serviços secretos, e, pode, em estreita colaboração com forças militares, restabelecer a lei e a ordem nas zonas consideradas convenientes. Em caso de necessidade, deve esta tropa possuir todos os direitos e acessos a todos os meios considerados necessários, para executar o respectivo mandato.
Graças à EURO GENDFOR encontram-se os governos europeus à vontade. Desta forma podem ordenar o abrir fogo contra as próprias populações em caso de demonstrações de massas, colocar regiões inteiras sobre quarentena militar e prender os principais cabecilhas, sem ter de chamar militares, ou polícias, da sua própria nação, visto existir o perigo destes se solidarizarem com os revoltosos.
A EURO GENDFOR, por sua vez, graças às suas excepcionais atribuições de direitos civis e militares, não pode ser responsabilizada por ninguém.
Este cenário, que parece incrível, tornou-se agora possível através da entrada em vigor do TRATADO DE LISBOA, que não é mais do que a Constituição da UE sob novo título. » JORNAL PRIVADO 10-04-2010

  FELIZ DIA DA MÃE ! 

1 de maio de 2010

1º DE MAIO: O TRABALHO E A LIBERDADE


1º de Maio de 2010:
«Vários antigos ministros das Finanças querem ser recebidos pelo Presidente da República para falar sobre a actual situação do país. O promotor da iniciativa foi Medina Carreira.
O grupo reúne nomes como os de Luís Campos e Cunha, Pina Moura, Miguel Beleza, Manuela Ferreira Leite, Eduardo Catroga e Bagão Félix. Quatro destes nomes foram contactos pela TSF este sábado, sendo que.todos confirmam a intenção, mas nenhum quis gravar.
Os antigos governantes aguardam pela resposta da Presidência da República, esperando pela confirmação de uma data para o encontro.» TSF 01-05-2010